[Entrementes Bunny] O Coelho e a Raposa.

Ir em baixo

[Entrementes Bunny] O Coelho e a Raposa.

Mensagem por Youta em Qui Jun 08, 2017 4:36 am

O Coelho e a Raposa
 
[Local – Santuário de Athena – Jardim da Ala Oeste]
 
[Data e Hora – 9 de Janeiro de 2070, 16]
 
 
Bunny tinha sido designado a uma tarefa simples ao que parecia: Ele deveria buscar um colar de Sândalo para levar na viagem, sob recomendação de alguém que não estava revelado. Sua tag apenas dissera:
 
– Colete o colar de Sândalo no Jardim e o leve até o altar local.
 
Somente isso. Era pouca informação e parecia não ter nada a ver com a missão, mas era o que ele deveria fazer. Ele não demorou muito para achar o local, mesmo caminhando devagar. O jardim era um belíssimo lugar, cheio de calêndulas brancas balançando suavemente com a brisa. As plantas pareciam se afastar dos pés dele, para evitar ser feridas e a atmosfera daquele local era calma e tranqüila, como se uma leve melodia embalasse os passos do cavaleiro de Lebre.
 
Então, recostada a uma árvore, como se dormisse ao ar livre preguiçosamente, estava uma pequena garotinha. A menina era com certeza nipônica. Ela tinha os cabelos longos até a metade suas costas, com mechas laterais emoldurando o rosto, além de uma franja, que cobre sua testa. Seus olhos estavam semicerrados, mas eram grandes e expressivos, de um tom castanho. Sua pele possuía um tom claro e delicado, com um sobretom ligeiramente desmaiado de rosa em sua face, trazendo uma aparência inocente e infantil à garota. Um corpo é pequeno e delicado, quase sem curvas, coberto por um leve vestido branco. Os pés, descalços e levemente sujos de terra estavam apoiados em uma raiz elevada. Ela então, se moveu ao ver o cavaleiro se aproximando, se sentando sobre os joelhos. Ela parecia muito impressionada com o parceiro de Bunny e foi logo questionando:
 
- Oi, moço, tudo bem? Você tem um coelho! O que você ta procurando aqui? Cenouras para ele?
 
Ela tinha um tom de voz vivo e curioso e parecia uma criança comum, encantada com Fera. Bunny quase se deixou enganar. Até notar uma tag com o desenho de uma raposa, pendendo do pescoço da garotinha.
avatar
Youta

Mensagens : 79
Data de inscrição : 30/11/2016

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: [Entrementes Bunny] O Coelho e a Raposa.

Mensagem por Cyber em Qui Jun 08, 2017 10:58 pm

Afinal o que a droga de um colar iria ajudar em uma missão de espionagem, essa tal flor de sandalo tinha algum poder de detector de mentiras ou algo parecido? Não séria melhor mandar a amazona de Lotus, ela parecia entender bem de flores, Bruno nunca desenhara uma flor dessas, já havia feito rosas, margaridas, copos de leite, algumas Lotus, mas Sandalo ele nunca ao menos pesquisou a imagem dessa flor, talvez se tivesse sinal de Internet ele pudesse saber como ela era, mas o santuário operava em outra dimensão, e nessa dimensão não existiam torres de celulares.

Era possível fazer um colar de flores? Enfim, talvez no jardim tivesse alguma explicação, aquele era um lugar belo um lugar para se pintar, ao menos se pudesse tirar uma ou duas fotos para poder se lembrar melhor mais tarde; mas não, existiam normas muito rigidas com tecnologia, podia ouvir a voz de Sunao ao seu ouvido lhe falando isso, como se ele estivesse lá.

- Corvo estúpido!

Sussurrou enquanto andava até pelo jardim, até que se deparou com uma bela cena, próximo a uma árvore uma garotinha deitada, a cena a ser pintada apenas ficava melhor, séria um painel que transmitira tranquilidade, mas algo faltava ao ver aquela menina dormindo não dava para ver realmente ela, se é que era realmente uma garota, poderia ser uma ninfa ao dormir; por sorte ela não continuou dormindo assim que ele se aproximou mais dela, a mesma acordou e levantou.

- Não eu estou procurando um colar de Sândalo? Mas eu nem mesmo sei como é essa flor.

“Uma Amazona assim tão jovem? Uma pequena raposa em meu caminho? Será que ela estava em missão aqui também?”

- Eu não me apresentei, meu nome é Bruno, mas se formos amigos pode me chamar de Bunny!


Levou a mão no ombro, mechendo no coelho preguiçoso que estava ao ponto de começar a dormir.

- Esse é meu amigo Fera, somos companheiros e o Santo de Lebre, Você está em alguma missão por aqui?

avatar
Cyber

Mensagens : 27
Data de inscrição : 29/11/2016

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Colar de Sândalo.

Mensagem por Youta em Qui Jun 08, 2017 11:29 pm

[Local – Santuário de Athena – Jardim da Ala Oeste]
 
A menina sorriu abertamente quando o rapaz falou com ela e então de um pequeno salto se ergueu do chão, limpando os joelhos sujos de terra com algumas batidas leves e seguidas sobre eles com as mãos. Ela se adiantou, enquanto Bunny terminava de se apresentar e de apresentar Fera e retribuiu o cumprimento alegremente:
 
- Oooooi, Bruno ou Bunny e Fera! Eu sou Riiko, a Amazona de Bronze de Vulpécula! Por mim, podemos ser amigos sim!
 
Ela se curvou de forma efusiva, mais do que um cavaleiro deveria fazer a outro e com a metade dos modos. Logo em seguida, ela disse, rindo:
 
- Sândalo é uma árvore e dá umas florezinhas bem pequenininhas. Mas as pessoas dizem que o tronco dela é cheiroso e as florezinhas não. Estranho né?
 
Ela subiu em cima da raiz que outrora apoiava seus pés e começou a andar por cima dela, com os braços abertos ao lado do corpo, se equilibrando na raiz enquanto conversava com o rapaz e com o coelho.
 
- Mas por que você quer um colar de Sândalo, Bunny?Ela decidira que este seria o nome dele, assumindo que já eram amigos.- É algum presente? Eu nunca ganhei um presente desses... Se bem que eu prefiro presentes que dá para comer! Você gosta de comer? O que você mais gosta?
 

Enquanto se equilibrava e conversava com Bunny, Riiko parecia não parar mais de falar. Era uma sensação engraçada para o rapaz e ao mesmo tempo, divertida. Mas, o quanto aquela pequena garotinha realmente sabia?
avatar
Youta

Mensagens : 79
Data de inscrição : 30/11/2016

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: [Entrementes Bunny] O Coelho e a Raposa.

Mensagem por Cyber em Qua Jun 28, 2017 9:34 pm

Flor de tronco cheiroso? Aquilo lembrava ele de algo, alguma coisa que ouviu em alguma viagem, talvez em missão, decidiu tentar lembrar enquanto seguia a garotinha, pulou tal como um coelho sobre o tronco logo após ela e andou como uma criança também.

Era estranho ver uma amazona assim tão jovem, e ainda por cima uma criança tão radiante quanto Riiko, ao mesmo tempo que alegrava o coração de Bruno o enchia de preocupação, pois se uma guerra viesse essa criança teria que lutar




- Não é um presente é...

Bruno olha para os lados de forma rápida como se procurasse algum inimigo em baixo de uma pedra, na realidade não parecia investigação, parecia apenas diversão, como se ele quisesse entreter a garotinha.


Se aproximou cautelosamente do ouvido dela e cochichou




- É para uma missão!

avatar
Cyber

Mensagens : 27
Data de inscrição : 29/11/2016

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

A curiosidade da raposa.

Mensagem por Youta em Sab Jul 01, 2017 3:09 am

A raiz da árvore era bem firme e a menina sorriu ao ver que o garoto a seguia. Ela continuou brincando de se equilibrar e ouviu o garoto a seguir. Ela parecia feliz, com um ar de tranqüilidade explicito em seu rosto juvenil.
 
Bruno, por sua vez, se lembrou de como era bom ser criança. Era bom dar graças à Athena por não ter perdido sua criatividade infantil e nem seu sorriso, coisas tão fáceis de esmaecerem no mundo lá fora.
 
Foi então que Bunny disse o que lhe trouxera àquelas paragens. Depois de rir um bom bocado com o garoto coelho procurando coisas e de ajudá-lo com a fazê-lo, até mesmo escorregando da raiz e olhando embaixo de pedrinhas bem pequenas no chão do jardim, ela ouviu a declaração dele, após voltar à raiz da árvore.
 
Sobre aquilo ser uma missão.
 
Bunny sentiu um vento quente subir rapidamente da menina quando ela arregalou seus olhos grandes e expressivos, que curiosamente não mexeu o vestido dela, mas sim os cabelos, deixando-os esvoaçando em duas mechas paralelas. A ponta do cabelo de Riiko era cortada de forma reta, mas a posição das mechas lembrava levemente um par de orelhas longas e triangulares. Isso aliado ao resto do cabelo que não subira, dava um aspecto curioso e ligeiramente animal para a menina. Eram como as orelhas de um feneco, ou ainda um par de orelhas vulpídeas. O cosmo dela era bruto, mas com certeza já desenvolvido, mesmo naquela tenra idade. Empolgada, ela disse, quase sem respirar:
 
- UAAAAAAAU, isso é incrível! Eu posso te ajudar? Eu sei onde tem um Sândalo aqui no jardim! A gente pode ir até lá e colher um pouco para fazer um colar! O que acha, Bunny!?
 

Elétrica e efusivamente, ela se lançou no solo e pegou o pulso dele. Se o rapaz não a detivesse, ela dispararia pelo jardim, em alta velocidade, pois já iniciara o movimento de corrida. Ela riu feliz, pronta para auxiliar na missão.
avatar
Youta

Mensagens : 79
Data de inscrição : 30/11/2016

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: [Entrementes Bunny] O Coelho e a Raposa.

Mensagem por Cyber em Qui Jan 04, 2018 8:41 pm

Era uma experiencia única olhar para aquela garotinha, Riiko se tornara mais similar a uma raposa ao usar seu cosmo, era uma cena linda de se ver, era uma cena digna de uma pintura, Talvez retratar ela como uma raposa da mitologia oriental, ou talvez algo mais ludico e infantil, talvez como uma bela e bondoza fada que ajuda um aventureiro e transborda alegria, escolhas demais, mas agora não era o momento para se pensar em paineis e belas pinturas, era o momento para se focar na missão... Mas realmente era uma cena bela que não gostaria de perder.


Antes que Bruno retornasse ao mundo real Riiko agiu o puxando para segui-la, ele mal havia ouvido as palavras dela já que se perdera em seus pensamentos, como muitas vezes ele o fazia. Mas chegou a escutar alguma coisa sobre “Ajudar” e “Sândalo”e “Fazer um Colar”. Quando notou já estava sendo carregado pela garotinha, quase chegou a tropeçar e cair de cara no chão, mas não demorou para conseguir seguir o ritmo dela.


- Calma não corra sem me avisar! Você está no comando pequena raposa faiscante, só me mostre o caminho!


Disse com um sorriso estampado no rosto, era incrivel ver alguém como essa jovem amazona, mesmo com uma guerra na esquina ela ainda conseguia sorrir e se divertir, certamente era a sorte da constelação de Lebre que a pos em seu caminho.
avatar
Cyber

Mensagens : 27
Data de inscrição : 29/11/2016

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Três Ângulos

Mensagem por Youta em Sex Jan 26, 2018 7:29 am

Bunny fez bem em seguir a pequena vulpídea lhe dizendo para não correr sem avisar e que depois a seguiria, porque logo depois, ela disparou em alta velocidade em direção ao destino. Aquilo era a clássica propulsão cósmica que até os cavaleiros de aço conseguiam fazer .Riiko corria em frente e facilmente poderia ser ultrapassada por Bunny, se este assim quisesse. 

Com a velocidade ampliada, eles logo cruzaram o jardim e chegaram a uma paragem mais bucólica,  cheia de abetos e tabebuias de espécies variados, dando um aspecto de bosque ao local. 
Bunny viu outros "como ele", coelhos e lebres passeavam tranquilamente pelo bosque, além de diversos outros animais, como esquilos e até cervos. Eles continuaram avançando, até que Riiko estacou de repente e disse:

- Ali! Olha, é um Sândalo, viu?

De fato, era uma árvore diferente das demais daquele bosque. Seu tronco era retorcido em forma de forquilha, e coberto de cortiças e as tais pequenas flores que Riiko havia comentado. O tronco e as cortiças emanavam um cheiro doce e pungente. E, encostado ao tronco, estava um cavaleiro.

Bunny não viu uma armadura, mesmo porque ele não a estava usando, mas sentiu uma massa cósmica similar a sua, se não fosse maior. Ele lia um livro, usando um colar de madeira, no qual mexia com alguma constância
 Seus cabelos eram pretos e curtos e seus olhos de um verde profundo. Roupas simples, típicas do Santuário completavam a figura, que tinha um físico bem atlético. E em seu pescoço, uma plaqueta com o desenho simples de um triângulo. 
Ele ergueu os olhos do livro quando Bunny chegou e deu um leve sorriso, olhando para os dois cavaleiros. E então, começou a falar:

- Bom dia, Bruno Santos. Eu sou Étsi Dracma, cavaleiro de prata da constelação de triângulo. Sua missão é coletar este colar e levá-lo ao altar atrás de mim 
A minha é impedir que você o faça. Apenas para informar, eu já realizei 20 missões pelo Santuário e não fracassei em nenhuma. E você está autorizado ao uso de violência se assim desejar. Dúvidas?

Riiko engoliu em seco e olhou estupidificada para Bunny esperando uma reação dele. Já Étsi apenas segurou sua plaqueta entre os dedos indicador e polegar, aguardando p movimento do cavaleiro de prata de Lebre.

O que ele faria a seguir?
avatar
Youta

Mensagens : 79
Data de inscrição : 30/11/2016

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: [Entrementes Bunny] O Coelho e a Raposa.

Mensagem por Cyber em Sex Fev 16, 2018 10:21 pm

Riiko era uma garota incrível, pensou Bunny enquanto a seguia como se a menina fosse uma fada guia de um jogo, ela é rápida, mas não parecia que aquela velocidade era o total dela


Aquele local no jardim, ainda era mais belo que o anterior, a vontade de puxar o celular e tirar algumas fotos para painéis futuros era maior, mas não havia nada que ele pudesse fazer contra a regra imbecil de nada de eletrônicos, como se alguém fosse pegar algum sinal em outra dimensão e mandar para um terceiro, não existiam antenas por ali.


Fera foi o primeiro a encontrar as pequenas criaturas que ali viviam,  apesar de ser basicamente idêntico a eles, porem se assustavam um pouco e ficavam ao longe do coelho.


- Ahh aquilo é um sandalo... E quem é aquele sentado ali?


(- Bom dia, Bruno Santos. Eu sou Étsi Dracma, cavaleiro de prata da constelação de triângulo. Sua missão é coletar este colar e levá-lo ao altar atrás de mim 
A minha é impedir que você o faça. Apenas para informar, eu já realizei 20 missões pelo Santuário e não fracassei em nenhuma. E você está autorizado ao uso de violência se assim desejar. Dúvidas?)


“ Como ele sabe meu nome... A provavelmente a apresentação que eu fiz mais cedo...Ok eles querem que eu o enfrente em um combate? Ou algo assim... Isso não faz muito sentido se estamos indo para uma guerra...”


Bruno entra na frente de Riiko coloca sua mão a frente dela mostrando intenção de protege-la, encarando seu novo ou nem tão novo amigo.


- Bem se for preciso de enfrentar senhor recorde perfeito, eu faço isso, mas não vai ser uma luta de cavaleiros, eu não pretendo usar todo meu potencial e destruir esse lugar, vamos dizer que vai ser uma luta de habilidades.


Bunny vira a cabeça em direção da amazona de Raposa e sorri.


- Riiko eu odeio abusar da sua boa vontade, mas você pode cuidar do fera e dos outros coelhos pra mim? Eu não sei como o nosso amigo o triangulo das bermudas luta, e não quero que ninguém se machuque, pode fazer esse favorzinho pra mim?


“Certo eu não sei como esse cara luta, e ele não sabe como eu luto, então é melhor não subestimar ele, espero que ele não goste de apelidinhos, talvez possa desestabilizar ele e conseguir uma abertura para tirar o colar dele, espero que minha outra metade fique atenta também”


Balança  a cabeça em direção a Fera, que parece consentir


- Como eu sou um cara legal, vou deixar você fazer o primeiro movimento, senhor desafiante!
avatar
Cyber

Mensagens : 27
Data de inscrição : 29/11/2016

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

O Triângulo das Bermudas

Mensagem por Youta em Sab Fev 24, 2018 8:04 pm

*Riiko prosseguia estupidificada e simplesmente assentiu, limpando a área, transportando quantos coelhinhos conseguia em seus braços para longe do Sândalo.

Étsi sorriu ao ouvir as palavras de Bunny e mexe em seus óculos com a mão esquerda. A direita dá um leve puxão na plaqueta de cavaleiro e de um instante, a armadura de triângulo reveste o corpo do rapaz, cobrindo também o colar que ele usava! Ele então continua a falar, após Bunny fazer suas bravatas:


- Acho muito nobre de sua parte não querer danificar o Santuário. Seria bom se todos os escolhidos da Deusa tivessem a mesma consciência que você. Mas não se preocupe, meu primeiro movimento vai evitar que este dimensão seja afetada, senhor Santos. Por que nós dois vamos à...


Neste momento, Bunny notou o cosmo se avolumando e quando percebeu, Étsi gritava:*


- OUTRA DIMENSÃO! TRIÂGULO DAS BERMUDAS!



O movimento de Étsi ao abrir os braços foi rápido e pegou Bunny de surpresa e ele viu o cenário em volta dele se reconstruir. Os dois estavam em um edifício garagem circular, completamente vazio a não ser pelos carros, também vazios. Era um ambiente urbano, era noite e chovia forte do lado de fora. Mas Bunny sentia como se estivesse em um sonho, como se aquele prédio fosse a única coisa naquele lugar. Étsi sorriu e disse:*


- Muito bem, Bruno. Já fiz meu movimento. Sua vez!

Riiko não estava visível em parte alguma e ele percebera, Fera também não. O que ele faria? De qualquer forma, aquele ambiente era perfeito para que ele lutasse, era praticamente o seu cenário.
avatar
Youta

Mensagens : 79
Data de inscrição : 30/11/2016

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: [Entrementes Bunny] O Coelho e a Raposa.

Mensagem por Conteúdo patrocinado


Conteúdo patrocinado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Voltar ao Topo

- Tópicos similares

 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum